I Will Fail You - Demon Hunter

I Will Fail You – Demon Hunter

Os Demon Hunter são uma banda de metalcore, proveniente de Washington. Apesar da sua origem evangélica, através de uma musicalidade bastante trabalhada esta banda expressa a sua fé conquistando fãs por todo o mundo.

Nesta música podemos ouvir o desespero de alguém que perdeu as forças, que pensa que irá desiludir Aquele que tanto o ama, que pensa que o seu pecado é superior ao Amor de Deus. Fica-nos a faltar a resposta, a resposta do Pai misericordioso que aceita este Seu filho. Apesar dos momentos de fraqueza, existe o reconhecimento de que as palavras de Deus são “calmas”, são o que nos “desarmam”. Por outro lado, podemos também ver esta música como a confissão de alguém que pôs as suas esperanças no que era errado, que não alicerçou a sua vida, “o seu reino” na certeza do Amor de Deus e, como tal, acaba por não ter qualquer vínculo, por não ser a semente que caiu em boa terra.

No entanto, Deus não desiste e está à porta deste pobre pecador (Ap. 3, 20), porque afinal Ele continua sempre a chamar pelos pecadores, para que se arrependam e não para os justos (Mt 9, 13).

Essas palavras calmas, levam-me para longe
Acabando sempre por voltar
Em pensamentos superficiais e distantes
Desarmam-me, sem vontade de atacar

Embora a tristeza e o receio
Hoje me afastem de Ti
Irei desiludir-te, disso tenho a certeza
Lembrar-te-ei para sempre da dor
E quando os meus pecados forem apenas uma memória
A fé restaurada
Vou voltar a desiludir-te até ao mais fundo de mim

Perdido na sombra de uma graça infinita
Sem piedade, o meu reino não tem vínculo
Neste abandono, vou arruinar
Despedaçando-me até à agonia

Embora a tristeza e o receio
Hoje me afastem de Ti
Irei desiludir-te, disso tenho a certeza
Lembrar-te-ei para sempre da dor
E quando os meus pecados forem apenas uma memória
A fé restaurada
Vou voltar a desiludir-te até ao mais fundo de mim

Sei que eles rezam por mim
Sinto-os perto de mim, mesmo à porta
Irei desiludir-te, disso tenho a certeza
Lembrar-te-ei para sempre da dor
E quando os meus pecados forem apenas uma memória
A fé restaurada
Vou voltar a desiludir-te até ao mais fundo de mim
Irei desiludir-te, disso tenho a certeza
Lembrar-te-ei para sempre da dor
E quando os meus pecados forem apenas uma memória
A fé restaurada
Vou voltar a desiludir-te até ao mais fundo de mim

Acedido em 22-04-2015